SIKH DHARMA BHAIBANDI - BRASIL

SIKH DHARMA BHAIBANDI - BRASIL

lunes, 9 de marzo de 2009

HUKAMNAMA 9-3-09


Download Fuentes Gurmukhi
MARÇO 9 de 2009,Segunda-feira,4.30 A.M
WaheGuru Ji Ka Khalsa, WaheGuru Ji Ki Fateh!
AQUI : Audio Hukamnana


bihaagarraa mehalaa 5 ghar 2 ik oa(n)kaar sath naam gur prasaadh vadhh sukh rainarreeeae pria praem lagaa ghatt dhukh needharreeeae paraso sadhaa pagaa pag dhhoor baa(n)shho sadhaa jaacho naam ras bairaaganee pria ra(n)g raathee sehaj maathee mehaa dhuramath thiaaganee gehi bhujaa leenhee praem bheenee milan preetham sach magaa binava(n)th naanak dhhaar kirapaa reho charaneh sa(n)g lagaa 1 maeree sakhee sehaelarreeho prabh kai charan lageh man pria praem ghanaa har kee bhagath ma(n)geh har bhagath paaeeai prabh dhhiaaeeai jaae mileeai har janaa maan mohu bikaar thajeeai arap than dhhan eihu manaa badd purakh pooran gun sa(n)pooran bhram bheeth har har mil bhageh binava(n)th naanak sun ma(n)thra sakheeeae har naam nith nith nith japeh 2har naar suhaaganae sabh ra(n)g maanae raa(n)dd n baisee prabh purakh chiraanae neh dhookh paavai prabh dhhiaavai dhha(n)n thae baddabhaageeaa sukh sehaj sovehi kilabikh khovehi naam ras ra(n)g jaageeaa mil praem rehanaa har naam gehanaa pria bachan meet(h)ae bhaanae binava(n)th naanak man eishh paaee har milae purakh chiraanae 3 thith grihi sohilarrae kodd ana(n)dhaa man than rav rehiaa prabh paramaana(n)dhaa har ka(n)th ana(n)th dhaeiaal sreedhhar gobi(n)dh pathith oudhhaarano prabh kirapaa dhhaaree har muraaree bhai si(n)dhh saagar thaarano jo saran aavai this ka(n)t(h) laavai eihu biradh suaamee sa(n)dhaa binava(n)th naanak har ka(n)th miliaa sadhaa kael kara(n)dhaa 414

BIHAAGRAA, QUINTO MEHL, SEGUNDA CASA:
UM DEUS DE CRIADOR UNIVERSAL. PELA GRAÇA DO VERDADEIRO GURU:
O noite calma, cresça mais longo—eu entesourei amor para meu Amado. O sono doloroso, cresça mais curto, de forma que mim podem tocar constantemente os Pés dele. Eu almejo o pó dos Pés dele, e sempre implora o Nome dele; para o Amor dele, eu renunciei o mundo. Eu sou saturado com o Amor de meu Amado, intuitivamente intoxicou com isto; Eu abandonei meu terrível mal-mindedness. Ele me levou pelo braço; Eu estou encharcado no Amor dele. Eu me encontrei meu Amado no Caminho de Verdade. Pede Nanak, por favor me despeje com Sua Clemência, que eu posso permanecer fixo a Seus Pés. 1 O meus amigos e companheiros, nos deixe permanecer fixo aos Pés de Deus. Minha mente está cheia com um grande amor para meu Amado; Eu imploro a adoração devota do Deus. A adoração devota do Deus é obtida meditando em Deus. Nos deixe ir e conheça os criados humildes do Deus. Renuncie orgulho, anexo emocional e corrupção, e dedique este corpo, riqueza e mente a Ele. O Deus God é grande, perfeito, glorioso, absolutamente perfeito; conhecendo o Deus, Har, Har, a parede de dúvida está abaixo rasgada. Pede Nanak, ouça estes ensinos, amigos de O—canto o Nome do Deus constantemente, continuamente, inúmeras vezes. 2 a noiva do Deus é uma esposa feliz; ela desfruta todos os prazeres. Ela não senta ao redor como uma viúva, porque o Deus God sempre vive. Ela não sofre nenhuma dor—ela medita em Deus. Ela é santificada, e muito afortunada. Ela dorme em facilidade calma, os pecados dela são erradicados, e ela se desperta à alegria e amor do Naam. Ela permanece absorvida nela Amado—o Nome do Deus é o ornamento dela. As Palavras dela Amado é doce e agradando a ela. Pede Nanak, eu obtive o desejos de minha mente; Eu conheci meu Marido eterno Deus. 3 as canções de felicidades ressoam, e são achados milhões de prazeres naquela casa; a mente e corpo são penetrados por Deus, o Deus de felicidades supremas. Meu Marido Deus é infinito e misericordioso; Ele é o Deus Supremo, o Deus do Universo, o Grace Econômico de pecadores. Deus, o Doador de clemência, o Deus, o Destruidor de orgulho, nos leva pelo mundo-oceano terrificando de veneno. O Deus abraça amorosamente quem vem para o Santuário dele—este é o modo do Deus e Mestre. Pede Nanak, eu conheci meu Marido Deus que sempre joga comigo. 4 1 4
Lunes 26 de Phalgun (Nanakshahi de Samvat 540) (página: 544)