SIKH DHARMA BHAIBANDI - BRASIL

SIKH DHARMA BHAIBANDI - BRASIL

miércoles, 5 de marzo de 2008

Descargar Fuentes Gurmukhi
WaheGuru Ji Ka Khalsa, WaheGuru Ji Ki Fateh!
Março,5 de 2008,Quarta-feira,4.30 A.M
AQUI : Audio Hukamnana
sorath mehlaa 1. (636-3)
jinHee satgur sayvi-aa pi-aaray tinH kay saath taray. tinHaa thaak na paa-ee-ai pi-aaray amrit rasan haray. booday bhaaray bhai binaa pi-aaray taaray nadar karay. 1 bhee toohai salaahnaa pi-aaray bhee tayree saalaah. vin bohith bhai dubee-ai pi-aaray kanDhee paa-ay kahaah. 1 rahaa-o. saalaahee salaahnaa pi-aaray doojaa avar na ko-ay. mayray parabh saalaahan say bhalay pi-aaray sabad ratay rang ho-ay. tis kee sangat jay milai pi-aaray ras lai tat vilo-ay. 2 pat parvaanaa saach kaa pi-aaray naam sachaa neesaan. aa-i-aa likh lai jaavnaa pi-aaray hukmee hukam pachhaan. gur bin hukam na boojhee-ai pi-aaray saachay saachaa taan. 3 hukmai andar nimmi-aa pi-aaray hukmai udar majhaar. hukmai andar jammi-aa pi-aaray ooDha-o sir kai bhaar. Gurmukh dargeh jaanee-ai pi-aaray chalai kaaraj saar. 4 hukmai andar aa-i-aa pi-aaray hukmay jaado jaa-ay. hukmay baneh chalaa-ee-ai pi-aaray manmukh lahai sajaa-ay. hukmay sabad pachhaanee-ai pi-aaray dargeh paiDhaa jaa-ay. 5 hukmay ganat ganaa-ee-ai pi-aaray hukmay ha-umai do-ay. hukmay bhavai bhavaa-ee-ai pi-aaray avgan muthee ro-ay. hukam sinjaapai saah kaa pi-aaray sach milai vadi-aa-ee ho-ay. 6 aakhan a-ukhaa aakhee-ai pi-aaray ki-o sunee-ai sach naa-o. jinHee so salaahi-aa pi-aaray ha-o tinH balihaarai jaa-o. naa-o milai santokhee-aaN pi-aaray nadree mayl milaa-o. 7 kaa-i-aa kaagad jay thee-ai pi-aaray man masvaanee Dhaar. laltaa laykhan sach kee pi-aaray har gun likhahu veechaar. Dhan laykhaaree naankaa pi-aaray saach likhai ur Dhaar. 83
SORATH, PRIMEIRO MEHL:
Esses que servem o Verdadeiro Guru, O Amado, que os companheiros deles são salvados como bem. Ninguém bloqueia o modo deles, O Amado, e o Néctar Ambrosial do Deus está na língua deles. Sem o Medo de Deus, eles são tão pesados que eles afundam e se afogam, O Amado; mas o Deus, enquanto lançando a Graçia dele, os leva por o bom caminho. 1 eu já, O Amado, elogio eu já canto Seus Elogios. Sem o barco, a pessoa é submergido no mar de medo,O Amado; como eu posso chegar à costa distante? 1 pausa eu elogio o Deus Louvável,O Amado; não há outro para elogiar. Esses que elogiam meu Deus são bons, O Amado; eles são saturados com a Palavra do Shabad, e o Amor dele. Se eu os, Oh Amado, uno que eu posso agitar a essência e assim acha alegria. 2 o portal para honrar é Verdade,O Amado; agüenta o Insignia do Verdadeiro Nome do Deus. Nós entramos no mundo, e nós partimos, com nosso destino escrito e pre-ordenava, O Amado; perceba o Comando do Chefe. Sem o Guru, este Comando não é compreendido, O Amado; Verdadeiro é o Poder do Verdadeiro Deus. 3 pelo Comando dele, somos concebidos nós, O Amado, e pelo Comando dele, nós crescemos no útero. Pelo Comando dele, nascemos nós, O Amado, cabeça-primeiro, e de cabeça para baixo. O Gurmukh é honrado no Tribunal do Deus, O Amado,; ele parte depois de solucionar os negócios dele. 4 pelo Comando dele, a pessoa entra no mundo, O Amado, e pelo Vontade dele passa ele. Pela Vontade dele, alguns são encadernados e amordaçados e afugentados, O Amado; o manmukhs ego-legado sofrem o castigo deles. Pelo Comando dele, a Palavra do Shabad, é percebido, O Amado, e a pessoa vai para o Tribunal do Deus vestido em honra. 5 pelo Comando dele, algumas contas são consideradas para, O Amado pelo Comando dele, alguns sofrem em egotismo e dualidade. Pelo Comando dele, a pessoa vaga em reencarnação, O Amado,; enganado por pecados e deméritos, ele clama no sofrimento dele. Se ele vem perceber o Comando da Vontade do Deus, O Amado, que então ele é santificado com Verdade e Honra. 6 é tão difícil de falar isto, O Amado; como nós podemos falar, e ouve, o Verdadeiro Nome? Eu sou um sacrifício a esses que elogiam o Deus, Oh Amado. Eu obtive o Nome, e eu estou satisfeito, O Amado; pela Graça dele, eu estou unido na União dele. 7 se meu corpo fosse se tornar o papel, O Amado, e minha mente atinta, e se minha língua se tornasse a caneta,O Amado, que eu escreveria, e contempla, os Elogios Gloriosos do Verdadeiro Deus. Abençoado é aquele escriturário, O Nanak que escreve o Verdadeiro Nome e entesoura isto dentro do coração dele. 8 3
Quarta-feira, 23º Phalgun (Samvat 539 Nanakshahi) (Página: 636)