SIKH DHARMA BHAIBANDI - BRASIL

SIKH DHARMA BHAIBANDI - BRASIL

martes, 19 de febrero de 2008

Download Fuentes Gurmukhi
WaheGuru Ji Ka Khalsa, WaheGuru Ji Ki Fateh!
Fevereiro,20 de 2008,Terça-feira,4.30 A.M
AQUI : Audio Hukamnana
vaddeha(n)s mehalaa 3
suniahu ka(n)th mehaeleeho pir saevihu sabadh veechaar avaganava(n)thee pir n jaanee mut(h)ee rovai ka(n)th visaar rovai ka(n)th sa(n)maal sadhaa gun saar naa pir marai n jaaeae guramukh jaathaa sabadh pashhaathaa saachai praem samaaeae jin apanaa pir nehee jaathaa karam bidhhaathaa koorr mut(h)ee koorriaarae suniahu ka(n)th mehaeleeho pir saevihu sabadh veechaarae 1 sabh jag aap oupaaeioun aavan jaan sa(n)saaraa maaeiaa mohu khuaaeian mar ja(n)mai vaaro vaaraa mar ja(n)mai vaaro vaaraa vadhhehi bikaaraa giaan vihoonee moot(h)ee bin sabadhai pir n paaeiou janam gavaaeiou rovai guniaaree jhoot(h)ee pir jagajeevan kis no roeeai rovai ka(n)th visaarae sabh jag aap oupaaeioun aavan jaan sa(n)saarae 2 so pir sachaa sadh hee saachaa hai naa ouhu marai n jaaeae bhoolee firai dhhan eiaaneeaa ra(n)dd bait(h)ee dhoojai bhaaeae ra(n)dd bait(h)ee dhoojai bhaaeae maaeiaa mohi dhukh paaeae aav ghattai than shheejai jo kishh aaeiaa sabh kishh jaasee dhukh laagaa bhaae dhoojai jamakaal n soojhai maaeiaa jag loojhai lab lobh chith laaeae so pir saachaa sadh hee saachaa naa ouhu marai n jaaeae 3 eik rovehi pirehi vishhu(n)neeaa a(n)dhhee naa jaanai pir naalae gur parasaadhee saachaa pir milai a(n)thar sadhaa samaalae pir a(n)thar samaalae sadhaa hai naalae manamukh jaathaa dhoorae eihu than rulai rulaaeiaa kaam n aaeiaa jin khasam n jaathaa hadhoorae naanak saa dhhan milai milaaee pir a(n)thar sadhaa samaalae eik rovehi pirehi vishhu(n)neeaa a(n)dhhee n jaanai pir hai naalae 42
WADAHANS, TERCEIRO MEHL:
Escute, o noivas do Deus: sirva Deus para seu Marido, e contemple a Palavra do Shabad dele. A noiva inútil não conhece o Marido dela, Deus. Ela é iludida; esquecendo do Marido dela Deus, ela lamenta e lamenta. Ela lamenta, enquanto pensando no Marido dela Deus, e ela constantemente aprecia as virtudes dele; o Marido dela Deus não morre, ou vai embora. Como Gurmukh, ela O conhece; pela Palavra do Shabad dele, é percebido Ele. Por Verdadeiro Amor, ela funde com Ele. Ela que não conhece o Marido dela que Deus, o Arquiteto de karma, é iludido por falsidade. Ela é falsa. Escute, o noivas do Deus: sirva Deus para seu Marido, e contemple a Palavra do Shabad dele. 1 Ele criou o mundo inteiro; o mundo vem e vai. O amor de Maya arruinou o mundo; pessoas morrem, nascer, inúmeras vezes. Pessoas morrem nascer, inúmeras vezes, enquanto os pecados delas continuamente em aumento; sem sabedoria espiritual, são iludidos eles. Sem o Shabad, o Marido que Deus não é achado; a noiva inútil, falsa desperdiça a vida dela fora, enquanto lamentando e lamentando. Ele é meu Marido Amado Deus, a Vida do Mundo. para quem deveria lamentar eu? Eles só lamente, que esquecem do Marido delas Deus. Ele criou o mundo inteiro; o mundo vem e vai. 2 Aquele Marido Deus é Verdade, sempre Verdadeiro; Ele não morre ou vai embora. A alma-noiva ignorante vaga em ilusão; no amor de dualidade, ela senta como uma viúva. Ela senta como uma viúva, no amor de dualidade,; se apaixonado com Maya, ela sofre em dor. Ela envelhece, e o corpo dela murcha fora. Tudo que veio, deva toda a passagem fora; pelo amor de dualidade, tudo sofrem em dor. Eles não vêem o Mensageiro de Morte; eles almejam Maya, e a consciência deles é prendida a ganância. Aquele Marido Deus é Verdade, sempre Verdadeiro; Ele não morre ou vai embora. 3 Alguns lamentam e lamentam, separado do Marido deles Deus; o cego não sabem que o Marido deles está com eles. Pelo Grace de Guru, eles conhecem o Verdadeiro Marido deles, e sempre O aprecia fundo dentro. Ela aprecia o Marido dela fundo dentro dela. Ele sempre está com ela, mas o manmukhs ego-legado pensam que Ele é longe. Este corpo rola no pó, e é totalmente inútil; não percebe a Presença de seu Deus e Mestre. Nanak, que a alma-noiva está unida em União; ela aprecia o Marido Amado dela sempre, fundo dentro. Alguns lamentam e lamentam, separado do Marido deles Deus; o cego não sabem que o Marido deles está com eles. 4 2
Quarta-feira, 9h Phalgun (Samvat 539 Nanakshahi) (Página: 583)