SIKH DHARMA BHAIBANDI - BRASIL

SIKH DHARMA BHAIBANDI - BRASIL

lunes, 4 de febrero de 2008

Download Fuentes Gurmukhi
WaheGuru Ji Ka Khalsa, WaheGuru Ji Ki Fateh!
Fevereiro,4 de 2008,Segunda Feira,4.30 A.M
AQUI : Audio Hukamnana
Ik‑oNkar satgur parsad.ko‑i an milave mera paritam pi‑ara ja‑o tis peh apvecha‑i. 1darsan jar dekjan ke ta‑i.kirpa karaji ta satgur meleh jar jar nam Dhi‑a‑i. 1 raja‑o.ye sukj deh ta tuyheh araDhi dukj bji tuyhe Dhi‑a‑i. 2ye bhukj deh ta it hi rea dukj vich sukj mana‑i. 3tan man kat kat sabh arpi vich agni ap yala‑i. 4pakja feri pani dhova yo deveh so kja‑i. 5Nanak garib dheh pa‑i‑a du‑are jar mel lehu vadi‑a‑i. 6akji kadh Dhari charna tal sabh Dharti fir mat pa‑i. 7ye pas bajaleh ta tuyheh araDhi ye mar kadheh bjiDhi‑a‑i. 8ye lok salaje ta teri upma ye ninde ta chjod na ya‑i. 9ye tuDh val raje ta ko‑i kihu akja‑o tuDh visri‑e marya‑i. 10var var ya‑i gur upar pe peri sant mana‑i. 11Nanak vichara bha‑i‑a divana jar ta‑o darsan ke ta‑i. 12yhakjarh yhagi mihu varse bji gur dekjan ya‑i. 13samund sagar jove bajo kjara gursikj langh gur pehya‑i. 14yi‑o parani yal bin he marta ti‑o sikj gur bin mar ya‑i. 15yi‑o Dharti sobh kare yal barse ti‑o sikj gur mil bigsa‑i. 16sevak ka jo‑e sevak varta kar kar bin‑o bula‑i. 17Nanak ki benanti jar peh gur mil gur sukj pa‑i. 18tu ape gur chela he ape gur vich de tuyheh Dhi‑a‑i. 19yo tuDh seveh so tuhe joveh tuDh sevak pey rakja‑i. 20bhandar bhare bhagti jar tere yis bhave tis deva‑i. 21yis tuN deh so‑i yan pa‑e jor nihfal sabh chatura‑i. 22simar simar simar gur apuna so‑i‑a man yaga‑i. 23ik dan mange Nanak vechara jar dasan das kara‑i. 24ye gur yhirjke ta mitha lage ye bakjse ta gur vadi‑a‑i. 25gurmukj boleh so tha‑e pa‑e manmukj kichh tha‑ena pa‑i. 26pala kakar varaf varse gursikj gur dekjan ya‑i. 27sabh dinas ren dekj‑a‑u gur apuna vich akji gur perDhara‑i. 28anek upav kari gur karan gur bhave so tha‑e pa‑i. 29ren dinas gur charan araDhi da‑i‑a karaju mere sa‑i. 30Nanak ka yi‑o pind guru he gur mil taripat agha‑i. 31Nanak ka parabh pur raji‑o he yat kat tat gosa‑i. 321

RAAG SOOHEE, ASHTAPADEES, QUARTO MEHL, SEGUNDA CASA:
UM DEUS CRIADOR UNIVERSAL. PELA GRAÇA DO VERDADEIRO GURU:
Se só alguém viesse, e me leva a conhecer meu Bem Amado; Eu me venderia a ele. 1 Eu almejo a Visão Santificada do Darshan do Deus. Quando o Deus mostrar Clemência até mim, então eu conheço o Verdadeiro Guru; Eu medito no Nome do Deus, Har, Har. 1 Pausa Se Você me abençoará com felicidade, então eu adorarei e O adorarei. Até mesmo em dor, eu meditarei em Você. 2 Até mesmo se Você me der fome, eu ainda sentirei satisfeito; Eu sou jovial, até mesmo no meio de tristeza. 3 Eu cortaria minha mente e corpo separadamente em pedaços, e lhes oferece tudo para Você; Eu me queimaria em fogo. 4 Eu renuncio ao fã em cima de Você, e leva água para Você; tudo que que Você me dá, eu levo. 5 Nanak pobre caiu à Porta do Deus; por favor, O Deus, me una com Você, por Sua Grandeza Gloriosa. 6 Tirando meus olhos, eu os coloco a Seus Pés; em cima da terra inteira, eu vim entender isto. 7 Se Você me sentar perto de Você, então eu adoro e O adoro. Até mesmo se Você me bateu e me dirige fora, eu ainda meditarei em Você. 8 Se as pessoas me elogiarem, o elogio é Seu. Até mesmo se eles me caluniarem, eu não O deixarei. 9 Se Você estiver em meu lado, então qualquer um pode dizer qualquer coisa. Mas se eu fosse O esquecer, então eu morreria. 10 Eu sou um sacrifício, um sacrifício para meu Guru,; caindo aos Pés dele, eu rendo ao Guru. 11 Nanak pobre foi insano, enquanto almejando a Visão Santificada do Darshan do Deus. 12 Até mesmo em tempestades violentas e chuva torrencial, eu saio para pegar um olhar rápido de meu Guru. 13 Embora os oceanos e os mares salgados sejam muito vastos, o GurSikh atravessará isto para adquirir ao Guru dele. 14 Da mesma maneira que as estampas mortais sem água, assim faz o Sikh morrem sem o Guru. 15 Da mesma maneira que a terra parece bonita quando a chuva cai, assim faz o Sikh florescem, enquanto conhecendo o Guru adiante. 16 Eu desejo para ser o criado de Seus criados; Eu O chamo reverente em oração. 17 Nanak oferece esta oração ao Deus, que ele pode conhecer o Guru, e acha paz. 18 Você é o Guru, e Você é o chaylaa, o discípulo,; pelo Guru, eu medito em Você. 19 Esses que O servem, se torne Você. Você preserva a honra de Seus criados. 20 O Deus, Sua adoração devota é um tesouro em cima de-corrente. Um que O ama, é santificado com isto. 21 Aquele ser humilde só recebe isto, até quem Você dá isto. Todos os outros truques inteligentes são infrutíferos. 22 Se lembrando, se lembrando, se lembrando de meu Guru em meditação, minha mente dormente é acordada. 23 Nanak pobre implora abençoar este aqui, que ele pode se tornar o escravo dos escravos do Deus. 24 Até mesmo se o Guru me reprovar, Ele ainda parece muito doce a mim. E se Ele na verdade me perdoar, isso é a grandeza do Guru. 25 Que que Gurmukh fala é certificado e aprovado. Qualquer o manmukh ego-legado diz não é aceitado. 26 Até mesmo no resfriado, a congelação e a neve, o GurSikh ainda sai para ver o Guru dele. 27 Todo o dia e noite, eu contemplo em meu Guru; Eu instalo os Pés do Guru em meus olhos. 28 Eu faço tantos esforços por causa do Guru; só que que agrada o Guru aceitou e aprovou. 29 Noite e dia, eu adoro os Pés do Guru em adoração; tenha Clemência em mim, O meu Deus e Mestre. 30 O Guru é o corpo de Nanak e alma; conhecendo o Guru, ele está satisfeito e saciado. 31 O Deus de Nanak perfeitamente está penetrando e está todos-penetrando. Aqui e lá e em todos lugares, o Deus do Universo. 32 1
Segunda Feira, 23º Maagh (Samvat 539 Nanakshahi) (Página: 757)